segunda-feira, 31 de outubro de 2016



Pedalzinho no final do Domingo


Como funciona um pelotão.


terça-feira, 25 de agosto de 2015


Estágio 3 da Vuelta a España by Go Pro. 


sexta-feira, 21 de agosto de 2015

PM do DF começa a utilizar aplicativo para identificar bicicletas roubadas.


(Foto: Isabella Formiga/G1)

O nome do site é Bike RegistradaNesse banco de dados é possível registrar o “chassi” de sua bicicleta e notificar o site em caso de roubo ou furto.
“A ideia é que os ciclistas possam registrar suas bicicletas e dessa forma, sempre que forem adquirir uma bike, seja possível verificar se a bicicleta é produto de roubo. Acredito que se todos os ciclistas cadastrarem suas bikes e consultarem o sistema, isso pode reduzir de forma significativa a chance de adquirir produtos roubados”, explica o ciclista Maxmuller Saraiva Poeck, idealizador do projeto.
Nessa terça-feira, a PM do DF começou a utilizar essa ferramenta. A bicicleta é identificada com um adesivo extremamente forte, que é colado na bicicleta e possui um QR Code. “A função do QR Code é facilitar o acesso aos dados e desestimular o ato do roubo até no visual, porque a pessoa vai ver que a bicicleta é registrada, porque tem o selo e pode ser presa em flagrante pela Polícia Militar”, diz o empresário Marcos Samarone.
Segundo o capitão Michello Bueno, muitas bicicletas apreendidas nunca são restituídas aos donos porque eles não registram ocorrência nas delegacias. “Isso vai facilitar bastante as abordagens e a devolução da bicicleta para o dono”, diz.
“Muitas vezes o próprio dono não registra ocorrência, e como a bicicleta não tem identificação e não tem como ver se é roubada, a PM acaba liberando porque não tem nada contra a bicicleta. Ou então, leva a bicicleta para a delegacia, o dono nunca vai buscar e acaba virando sucata.”
O serviço é Grátis e já tem mais de 40 mil usuário pelo Brasil todo.
Atualização
De acordo com um usuário do serviço Marcelo Peralta:
“Eu utilizo o serviço! Mas ele não é totalmente grátis não!
O perfil no site/app para registrar a bike é sim gratuito, mas o adesivo com o QRCode que é registrado no perfil do site tem um custo de R$29,99.
Fonte: Pra quem Pedala/ G1

sexta-feira, 14 de agosto de 2015


Lançamento Trek Madone 2016.

Sonhar não custa nada. Mas sempre alguém pode nos mostrar como seria pedalar uma bike Top de Estrada e sua impressão sobre a máquina. Foi isso que Henrique Andrade, do site Pra quem Pedala nos mostra neste vídeo. Babem ou morram de inveja do cara rs.



O cara que pedalou por 43 horas seguidas e bateu o record de subida acumulada no Strava.


Strava


Isso mesmo !!! Craig Cannon pedalou por 43 horas seguidas e conseguiu o maior acúmulo de subida já registrado no Strava. Nada mais do que 29.146 m !!! O cara deu 227 voltas em um percurso no Tilden Regional Park em São Francisco (EUA), utilizando uma transmissão 50/34 ( Coroa) e 11/32     (Cassete). Isso é o equivalente a subir o Monte Everest três vezes de uma só vez e pedalou 543 Km.  E você achando que sobe muito no fim de semana kkkkk.
Dando um rolê no Bike Park de Crested Butte - Colorado - EUA.